Regras do Hóquei no Gelo (Ice Hockey)

DURAÇÃO DA PARTIDA

    – Três períodos de 20 minutos cada.
    – O cronômetro para quando o disco sai de jogo ou o árbitro interrompe a partida em virtude de uma infração.
    – Cada equipe tem direito a um tempo (time-out) de 30 segundos durante o jogo.


RINQUE DE HÓQUEI

Regras do Hoquei Hockey


JOGADORES

    Na pista: seis para cada equipe (um goleiro e cinco jogadores de linha)
    Reservas: 13 reservas de linha, dois goleiros
    Substituições: ilimitadas. Podem ser realizadas com a partida em andamento. O substituto só pode entrar na pista quando o jogador substituído já estiver fora dela.


POSIÇÕES DOS JOGADORES DE HÓQUEI E FUNÇÕES

    – Goleiro (goaltender): responsável por defender o gol de sua equipe contra os ataques adversários. Deve possuir reflexos rápidos e força física, para que possa se movimentar com o pesado equipamento. Utiliza o corpo inteiro para bloquear os tiros do oponente à sua meta, além do bastão (stick). É o único jogador do time que pode tocar o disco com as mãos.

    – Defensor (defenseman): dividido entre defensor-direito e defensor-esquerdo, é responsável por cobrir metade do campo defensivo de sua equipe, com o intuito de impedir que os adversários atirem contra o gol de seu time. Auxiliam na construção de jogadas de ataque.

    – Ponta (winger): dividido entre ponta-direita e ponta-esquerda, joga pelas laterais do ataque. É o responsável por fazer as jogadas pelos lados e fundo da pista, além de construir jogadas para as finalizações do central. Em algumas ocasiões, se posicionam à frente do goleiro adversário, para obstruir sua visão e abrir espaço para o arremate de um de seus companheiros.

    – Central (center): jogador que atua pelo meio do ataque, costuma ser a principal arma ofensiva e é o responsável por marcar os gols. Faz uma movimentação vertical, avançando quando seu time está em posse do disco e recuando para auxiliar a defesa contra investidas adversárias.


OBJETIVO

    O objetivo do hóquei é marcar gols. Um gol ocorre quando o time consegue que o disco ultrapasse a linha de gol adversária dentro do limite das traves.

FACE-OFF NO HÓQUEI

    Cada vez que o jogo é reiniciado após uma paralização ou um período começa, as equipes buscam a posse do disco através de um face-off.
    Em um face-off, cada time designa um jogador para disputar o puck. Os jogadores ficam de frente um para o outro e não podem movimentar seus corpos ou bastões antes que o árbitro solte o disco no ar.
    Uma vez em jogo, os atletas movem seus sticks para tentarem ficar com a posse do disco para si ou passá-lo para um de seus companheiros.
    Os face-offs ocorrem em nove pontos distintos da pista (como indicados na imagem). Um período sempre tem início no ponto de face-off central. A cada paralização, a partida é reiniciada no ponto mais próximo onde o puck estava quando o jogo foi interrompido. A exceção ocorre quando o disco sai da pista. Neste caso, a disputa ocorre rente à leteral.


OFFSIDE NO HÓQUEI

    O offside é uma infração semelhante ao impedimento no futebol e existe para impedir que um jogador fique parado próximo ao gol adversário, esperando um passe quando sua equipe recuperar a posse do disco. Um offside pode ocorrer em duas situações distintas:
    – Quando um jogador do time que está atacando ultrapassa a linha que demarca a zona neutra e entra na zona de ataque antes que o disco ultrapasse essa mesma linha;
    – Quando um jogador faz um passe estando em seu campo defensivo e o disco ultrapassa a linha de gol adversária, indo para o fundo da pista, sem que nenhum jogador tenha encostado no puck;
    Nestes casos, a partida é interrompida e tem reinício com um face-off no ponto mais próximo em que a infração aconteceu.


ICING

    A infração de icing ocorre quando um jogador que está atrás da linha central arrisca um tiro direto ao gol adversário e o disco não vai em direção às traves, ultrapassando a linha de gol e indo para o fundo da pista. Neste caso, a partida é interrompida e tem reinício com um face-off no ponto mais próximo em que o disco cruzou a linha de gol.
    Caso o tiro se transforme em um gol/vá em direção ao gol e exija uma defesa do goleiro ou o puck desvie em um jogador antes de cruzar a linha, a jogada é considerada legal e a partida prossegue normalmente.


FALTAS E PUNIÇÕES

    Além das infrações de offside e icing, nas quais os jogadores não são punidos, existem outros tipos de faltas que prejudicam diretamente o time infrator. São divididas em diferentes categorias:


    Punição Menor

    Ocorre quando um jogador:
    – Utiliza indevidamente o bastão (atinge ou tenta atingir propositadamente o adversário, atinge acidentalmente acima dos ombros ou simplesmente arremessa o stick);
    – Agarra um adversário;
    – Atinge um adversário abaixo dos joelhos;
    – Acerta uma cotovelada ou joelhada;
    – Utiliza equipamentos fora dos padrões estabelecidos pela liga;
    – Segura o disco com as mãos sem soltá-lo imediatamente;
    – Causa atrasos na partida deliberadamente;
    – Sendo goleiro, ultrapassa a linha que divide a pista ao mesmo;
    – Simula uma queda para tentar induzir uma falta;
    – Impede o goleiro de realizar uma defesa, empurrando ou somente encostando no mesmo. Bloquear seu campo de visão com o corpo não é considerado falta.

    Para todos estes casos, o jogador que fez a falta é excluído do jogo por dois minutos cronometrados. Durante esse período, sua equipe deve permanecer com um atleta a menos na pista. Caso o time adversário faça um gol, o jogador pode retornar à quadra, mesmo que não tenho terminado de cumprir a punição de dois minutos.
    OBS: Uma equipe não pode ter menos que quatro atletas em quadra. Caso um terceiro jogador seja excluído, ele deverá ser substituído por outro e cumprir seus dois minutos após o término da punição do primeiro infrator.


    Punição Maior

    Faltas mais graves que as menores, que podem causar lesões nos adversários:
    – Atingir um adversário com a lâmina do bastão;
    – Empurrar um adversário pelas costas, resultando em uma lesão;
    – Acertar uma cotovelada ou joelhada que cause uma lesão no adversário;
    – Atingir um adversário abaixo dos joelhos, resultando em uma lesão;
    – Atingir um adversário pelo seu lado “cego”;
    – Empurrar violentamente um adversário que esteja de frente para o vidro que contorna a pista contra o mesmo;
    – Acertar uma cabeçada no adversário propositadamente;
    – Começar ou participar de uma briga.

    Para todos estes casos, o jogador que fez a falta é excluído do jogo por cinco minutos cronometrados e sua equipe deve permanecer com um atleta a menos na pista. A exceção ocorre em caso de briga envolvendo jogadores das duas equipes. Neste caso, ambos podem ser substituídos e cada time continua com 6 atletas em quadra.

    Punição por Má Conduta
    Os jogadores também são punidos quando demonstram conduta antidesportiva:
    – Discutir ou demonstrar descontentamento de forma exagerada com os árbitros;
    – Uso abusivo de palavrões e xingamentos;
    – Intervir ou distrair um oponente que esteja numa cobrança de pênalti (shutout);
    – Provocar um oponente, incitando a violência;
    – Jogar propositadamente qualquer parte do equipamento de jogo para fora da pista;
    – Sair do banco de reservas para reclamar com os árbitros.

    Para casos de má conduta, o jogador é excluído da partida por 10 minutos, podendo ser substituído imediatamente por um de seus companheiros de equipe.

    Expulsão por Má Conduta
    Em casos ainda mais graves de conduta antidesportiva, a punição é a expulsão do jogador. São exemplos:
    – Agredir ou confrontar fisicamente árbitros, torcedores, técnicos ou integrantes das comissões técnicas;
    – Impedir que os árbitros cumpram sua função;
    – Ser o primeiro a entrar em uma briga entre outros dois jogadores;
    – Sair da área de infração antes que o tempo de punição tenha sido cumprido;
    – Excesso de gestos obscenos;
    – Provocações de caráter racial.

    Por tais comportamentos, o jogador é expulso da partida e não pode retornar à pista ou ficar no banco de reservas. Ele pode ser substituído imediatamente por um de seus companheiros de equipe.


    Expulsão da Partida

    Quando um jogador tenta, deliberadamente, causar uma lesão em um adversário, ele é automaticamente expulso da partida. O mesmo ocorre nos casos em que ele comete uma infração, como cabeçada, joelhada, cotovelada, agressão com bastão, empurrão pelas costas e o adversário acaba lesionado.
    Após ser expulso, seu time deve designar um jogador que esteja no banco de reservas para substituí-lo. Esse jogador deverá permanecer na área de infração durante cinco minutos cronometrados, até que possa entrar na pista, deixando a equipe com um jogador a menos durante este período.
    O jogador que fora expulso fica sujeito ao julgamento dos comissários da competição e pode receber uma suspensão por um determinado número de jogos.


GLOSSÁRIO

    – Puck: Nome do disco utilizado durante a partida.

    – Stick: Nome do bastão utilizado pelos jogadores.

    – Assistência: Estatísca atribuída ao jogador que dá um passe para que um de seus companheiros marque o gol

    – Check: Nome dado ao movimento em que um defensor atinge com o ombro/braço um adversário, com o intuito de fazê-lo perder a posse do disco.

    – Drop Pass:
    Passe em que o jogador lança o puck para um companheiro por trás de suas costas.

    – Goalie: Forma abreviada de se referir ao goleiro (goaltender).



Continua com dúvidas nas regras?

Acesse nosso Tira-Dúvidas e veja as principais perguntas já respondidas!


3 comentários sobre “Regras do Hóquei no Gelo (Ice Hockey)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *