Regras da Natação

Conheça as regras da natação e quais são os estilos de nado que existem nas competições.

OBJETIVO

Percorrer a distância estipulada para a disputa no menor tempo possível, de acordo com as modalidades de nado.

A PISCINA DA NATAÇÃO

  • Uma piscina de padrão olímpico tem 50 metros de comprimento e 25 metros de largura;
  • Competições internacionais utilizam também as chamadas piscinas curtas, que possuem 25 metros de comprimento e 20 metros de largura;
  • As piscinas são divididas em raias, espécies de corredores demarcados por uma faixa pintada no fundo da piscina e por material flutuante. Em piscinas olímpicas, cada raia possui 2,5 metros de largura, enquanto nas piscinas curtas a medida é de 2 metros;
  • Cada piscina possui oito raias para competição, além de uma raia livre adicional de cada lado, numeradas de 0 a 9.

INÍCIO DA PROVA DE NATAÇÃO

  • Antes do início da prova, os nadadores se posicionam à beira da piscina, sobre plataformas, para tomarem impulso (exceção feita ao nado estilo costas, em que os competidores iniciam a disputa já dentro da água, segurando um suporte com as duas mãos);
  • Após todos os competidores se posicionarem em suas marcas, uma campainha ou um sinal verbal dos árbitros indica a autorização para que os nadadores saltem na água, em suas respectivas raias;
  • Após chegarem à água, os nadadores podem realizar a técnica de golfinhada, em que permanecem com o corpo inteiro submerso, braços esticados e executam movimentos ondulares com as pernas, com o intuito de quebrar a resistência da água e avançar mais rapidamente;
  • O limite para golfinhada é de, no máximo, 15 metros. Para orientar os nadadores, as raias possuem cores diferentes nas marcações flutuantes e uma marca horizontal no fundo da piscina, indicando o término da distância de 15 metros em relação à borda.

ESTILOS DE NADO

Existem quatro estilos principais de nado, cada um com suas peculiaridades e regras.

NADO CRAWL (LIVRE)
É o estilo adotado nas competições de modalidade livre por ser o mais veloz. É caracterizado pelo movimento constante dos pés para cima e para baixo, enquanto os braços fazem rotações para frente, revezando entre os lados direito e esquerdo. Ao completar uma volta ou finalizar a prova, o nadador deve tocar a parede da piscina com qualquer parte do corpo.

NADO BORBOLETA
Estilo em que o nadador rotaciona os braços para frente simultaneamente, enquanto o restante do corpo faz movimentos ondulatórios. Não é permitido bater os pés. Ao completar uma volta ou finalizar a prova, o nadador deve tocar a parede da piscina com as duas mãos simultaneamente.

NADO PEITO
É o estilo mais lento dos nados e o que exige maior esforço físico. O nadador faz um movimento horizontal simultâneo com os dois braços, como se estivesse “abrindo” caminho. As duas mãos não podem ser levadas para trás além da linha da cintura. Ao mesmo tempo, as pernas repetem o movimento em sincronia. Entre o final e início de uma nova braçada, o atleta deve emergir da água. Ao completar uma volta ou finalizar a prova, o nadador deve tocar a parede da piscina com as duas mãos simultaneamente.

NADO COSTAS
Único estilo em que os nadadores iniciam a disputa já dentro da água. Se caracteriza pelo posicionamento do atleta com as costas viradas para o fundo da piscina. Os braços fazem rotações para trás, revezando entre direito e esquerdo. Os pés se movimentam para cima e para baixo, proporcionando maior impulsão. Ao completar uma volta ou finalizar a prova, o nadador deve tocar a parede da piscina com qualquer parte do corpo.

PROVA MEDLEY

  • Na prova medley, o competidor executa os quatro estilos durante uma mesma prova;
  • A sequência de nados segue a ordem: borboleta, costas, peito e livre;
  • As provas de nado medley podem ser de 200 ou 400 metros. No primeiro caso, o atleta percorre a distância da piscina olímpica (50 metros) apenas uma vez por estilo. No segundo, ele percorre a distância de ida e volta antes de trocar de estilo (100 metros).

REVEZAMENTO NA NATAÇÃO

  • Prova por equipes, formadas por quatro competidores;
  • As provas de revezamento podem ser de estilo livre ou medley;
  • No revezamento medley, cada nadador fica responsável por nadar um estilo, que segue a ordem: costas, peito, borboleta e livre.

REVEZAMENTO MISTO

  • Prova em que cada equipe é formada por dois homens e duas mulheres;
  • No revezamento misto, a prova tem o formato medley, com a sequência: costas, peito, borboleta e livre;
  • Cada nadador fica responsável por nadar um dos quatro estilos;
  • As equipes escolhem a ordem de seus nadadores. Portanto, é possível que homens e mulheres de equipes distintas nadem simultaneamente.

DISTÂNCIAS DAS PROVAS DE NATAÇÃO

As provas internacionais têm distâncias específicas, que são divididas de acordo com o estilo de nado da disputa.

  • LIVRE: 50 m, 100 m, 200 m, 400 m, 800 m e 1500 m;
  • COSTAS: 50 m (não olímpico), 100 m e 200 m;
  • PEITO: 50 m (não olímpico), 100 m e 200 m;
  • BORBOLETA: 50 m (não olímpico), 100 m e 200 m;
  • MEDLEY INDIVIDUAL: 200 m (50 m em cada estilo) e 400 m (100 m em cada estilo);
  • REVEZAMENTO LIVRE: 4×100 m (100 m cada integrante da equipe) e 4×200 m (200 m cada integrante da equipe);
  • REVEZAMENTO MEDLEY: 4×100 m medley (100 m cada integrante da equipe, um estilo por nadador).

DESQUALIFICAÇÕES

Algumas ações dos nadadores durante as provas de natação podem resultar em suas desqualificações das provas. As práticas mais comuns que causam desqualificações são:

  • Pular na piscina ou soltar os suportes (no caso do nado costas) antes do sinal de início da prova;
  • Puxar a raia ou usá-la para tomar impulso;
  • Não encostar na parede da piscina no momento de fazer a virada;
  • Invadir ou atravessar a raia de outro nadador;
  • Vestir qualquer equipamento que não seja o maiô/calção, touca e óculos aprovados pela organização;
  • Percorrer mais de 15 metros com o corpo totalmente embaixo da água no momento da golfinhada (início e virada nas provas);
  • Entrar na piscina enquanto outra disputa estiver em andamento. O nadador que comete esse tipo de penalidade é desclassificado de sua respectiva prova futura;
  • Na prova de revezamento, um dos nadadores pula na piscina antes que seu companheiro de equipe toque a parede da piscina;
  • Na prova de revezamento, os competidores de uma equipe trocam a ordem que havia sido estipulada antes de a disputa ter início.

GLOSSÁRIO

  • Fundista: nadador que tem como especialidade as provas de longa distância, como as de 1500 metros.
  • Velocista: nadador que tem como especialidade as provas de curta distância, como as de 50 ou 100 metros.
  • Surfar: ação em que o nadador, estando um pouco atrás do adversário da raia ao lado, aproveita as ondulações criadas pelo movimento da água para quebrar sua resistência, obtendo assim uma pequena vantagem.
  • Queimar: diz-se que um competidor “queimou a largada” quando o mesmo se mexe na plataforma, pula na água ou solta o suporte (nado costas) antes da autorização que dá início à prova. O nadador que comete esta infração é eliminado automaticamente da competição e uma nova largada é feita com os demais atletas.

REFERÊNCIAS

Este artigo foi criado com base nas informações publicadas pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA e pela Federação Internacional de Natação – FINA (conteúdo em inglês).

3 comentários em “Regras da Natação”

  1. Muito bom o resumo! So uma pequena correção, no item SW9.1 das regras da FINA o nado medley individual tem como ordem: borboleta, costas, peito e livre; ja o nado medley revezamento tem como ordem: costas, peito, borboleta e livre (SW 9.3). Constando do manual de 2017 a 2021.

  2. Pingback: easy keto breakfast

Não é possível comentar.